Vida Corporativa

Entenda a importância de ter uma equipe engajada

Vinho Tinta
23/1/2023

Entenda a importância de ter uma equipe engajada

Já imaginou o quanto pode ser bom para a empresa o engajamento de equipes de trabalho? O resultado é maior produtividade e fluidez nos processos da empresa. Porque quando a equipe é engajada e possui bom relacionamento entre seus colaboradores, as solicitações são aceitas com mais facilidade, há comprometimento e cumplicidade.

 

Nesse modelo existe uma cultura de compartilhamento, troca de ideias e aprendizado. Tudo isso estimula o crescimento pessoal e empresarial.

Quer entender a importância de um bom engajamento de equipes na sua empresa? Confira o nosso conteúdo de hoje.

O que é motivação?

Quando falamos sobre engajamento de equipes, é importante não confundi-la com motivação, pois motivar é uma ação pontual. Estar motivado não significa estar engajado.

 

A motivação pode ser entendida como sinônimo de animação. Estar motivado e animado no trabalho significa que o colaborador encontrou motivos para fazer o trabalho que ele faz, está contente com isso e expressa seu contentamento por meio de suas ações, atendimento aos clientes, tratamento com os demais colegas e superiores.

 

Entretanto, o fator motivação pode não ser o mesmo fator para o engajamento com a equipe. A motivação é pessoal e pode surgir por vários motivos diferentes: o colaborador foi promovido, recebeu um aumento, sentiu-se reconhecido na empresa, entre outros motivos.

 

O que é engajamento de equipes? 

O engajamento, é percebido como algo além da motivação. Estar engajado é estabelecer um relacionamento com a empresa e com a equipe. Nessa relação, o colaborador se identifica com os valores da empresa e os objetivos do negócio. Ele cria uma ligação afetiva com a empresa e seus colegas de equipe, realizando suas tarefas com determinação, comprometimento e resiliência.

 

Se por um lado uma equipe deve ser formada por pessoas de características diferentes, por outro, deve-se incentivar a aprendizagem com as diferenças. Equipes amadurecidas compreendem como aproveitar o melhor de cada um sem o desmerecer.

 

Nesse sentido, é muito importante estimular ações de conscientização para criar uma equipe resiliente, colaborativa e produtiva. 

 

O engajamento de equipes e o senso de pertencimento

O ser humano possui a necessidade de pertencer, afinal, desde que cada um nasce já faz parte de um grupo chamado família. Pertencer é fazer parte, e não somente isso, é também reconhecer o espaço como seu e sentir que você é ouvido e respeitado dentro de seu grupo. 

 

Não se pode falar de engajamento de equipes sem falar de senso de pertencimento. Para um colaborador se sentir pertencente é necessário que ele realmente sinta que faz parte da equipe e da empresa.

 

Ações que estimulam o pertencimento vão desde os parabéns no dia do aniversário até o momento de ouvir o que o colaborador tem a dizer.

 

Equipes engajadas são equipes de alta performance? 

É esperado que o engajamento de equipe as torne uma equipe de alta performance. A soma de todos os talentos com a resiliência, a colaboração e a sintonia tende a trazer resultados acima da média para uma empresa.

 

Os profissionais precisam estar alinhados quanto aos valores, visão e os objetivos que compartilham entre si e com a empresa. As características a serem estimuladas são a liderança, a comunicação, a autogerência e o espírito de colaboração.

 

Equipes engajadas estão mais dispostas a trocar experiências e colaborar, também são mais conscientes e focadas no objetivo coletivo.

 

O que é necessário para aumentar o engajamento de equipes?

Como dito anteriormente, conseguir o engajamento de equipes é ir além das ações de motivação.  Engajar é como encaixar, é fazer com que todos andem alinhados e juntos. 

É fácil engajar? Não, engajar os colaboradores não é uma tarefa fácil. Mas separamos algumas sugestões para você e sua equipe, conheça algumas delas:

 

1. Escolha bem seu time

Apesar de a empresa ser bastante responsável pelo engajamento de equipes, existem algumas pessoas que possuem um perfil mais “desengajado”. Essas pessoas possuem maior dificuldade em conectar-se com a empresa, têm resistência às mudanças e novas ideias.

Embora seja possível promover treinamentos e buscar uma mudança de atitude por parte desses colaboradores, o engajamento será mais fácil se no momento da contratação o perfil comportamental engajado seja identificado.

 

2. Crie a cultura do engajamento

É possível aproveitar elementos da cultura organizacional para incorporar o engajamento das equipes, como nos processos do dia a dia, rituais de gestão ou políticas de RH.

O exemplo parte da gestão. Uma liderança que não é comprometida não consegue manter o engajamento da sua equipe. Uma liderança comprometida, colaborativa, motivada e disposta a se desenvolver consegue transmitir isso aos seus liderados.

 

3. Gere significado

As pessoas que hoje estão entrando no mercado de trabalho possuem uma visão um pouco diferenciada a respeito do trabalho quando comparada à visão dos trabalhadores da geração anterior.

Perceba que salários, benefícios, são importantes, mas já não são fatores tão decisivos para a permanência ou escolha de um emprego. Hoje, novos elementos estão em jogo como os relacionamentos, sonhos, relevância, impacto empresarial ou social.

Gerar significado é tão mais importante do que simplesmente trabalhar. Especialistas dizem que o significado passou a ter o mesmo valor do dinheiro quando o assunto é emprego.

 

4. Valorize as pessoas

Valorizar as pessoas é perceber que em suas individualidades possuem características importantes para a empresa. Ninguém é somente o cargo que ocupa, deixar a pessoa ciente de que nela existem características importantes que a fazem desempenhar um bom trabalho é uma maneira de valorização.

A valorização envolve atribuições de tarefas que permitem à pessoa se desenvolver, se sentir útil e exercer seu potencial, assim como ter autonomia para tomar decisões, facilidade para conversar sobre desafios e problemas a serem resolvidos sem se constranger.

O desenvolvimento profissional contribui para a carreira dos colaboradores assim como eles contribuem para a empresa atingir seus resultados.

5. Gerencie o clima organizacional

O clima organizacional é medido pela forma como as pessoas se sentem na organização, se há confiança ou desconfiança, se há colaboração ou competitividade.

Para ter uma equipe engajada é necessário que o clima seja favorável, que as pessoas possam confiar umas nas outras, que exista senso de ética, responsabilidade, justiça e pertencimento. O clima organizacional não pode ser visto, mas pode ser sentido e compartilhado.

 

Importância de uma equipe engajada

Trabalhar para o engajamento de equipes não é apenas gastar dinheiro e energia. A construção de verdadeiras e sólidas equipes se tornam o diferencial competitivo das empresas. Afinal, são os profissionais em equipe que promovem o progresso e atingem as metas.

Confira os motivos pelos quais a empresa deve investir em engajamento de equipes:

Alcance de metas

Toda empresa necessita de metas, uma delas sempre se refere a atingir indicadores financeiros para superar o ano anterior. Sejamos muito honestos, mas nenhuma empresa sobrevive com déficit financeiro.

É necessário estabelecer objetivos desafiadores e realistas para estimular a sua equipe a alcançá-los.

Uma equipe não atua de modo individualista, eles buscam empregar suas forças, ideias e vontades de forma conjunta para atingir os objetivos propostos.

 

Menos erros e menos problemas

Uma equipe engajada com os profissionais corretos minimiza o erro e diminui os problemas que possam surgir. Isso acontece porque eles sabem exatamente o que precisa ser feito e estão dispostos a ajudar mutuamente. O espírito de equipe estimula a solução dos problemas e correção dos erros mais rapidamente.

Retorno sobre o investimento (ROI)

O engajamento de equipes impacta positivamente no retorno sobre o investimento total do negócio e também sobre a área de RH. Porque colaboradores engajados entregam mais que o esperado e fazem valer a pena todo o investimento realizado nele.

 

Retenção de talentos

Já diz o ditado popular que em time que está ganhando não se mexe. Quem está satisfeito, motivado e engajado não costuma buscar oportunidades fora.  Equipes engajadas retém os talentos devido ao senso de pertencimento e significado que já falamos anteriormente.

Além disso, equipes engajadas trazem outros profissionais talentosos e engajados para a empresa.

Crescimento e aprendizado

Equipes engajadas possuem colaboradores que trabalham com autonomia, possuem iniciativa, proatividade e colaboram entre si. Há aprendizado contínuo e os colaboradores mais talentosos influenciam e lideram pelo exemplo, estimulando a maturidade profissional.

 

Como manter o engajamento da equipe?

As gerações atuais que estão ingressando no mercado de trabalho estão mais exigentes em relação à carreira profissional. É comprovado que as pessoas estão demorando mais para iniciar sua vida profissional. Muitos estudam primeiro para depois procurar uma colocação no mercado de trabalho.

Assim, com maior qualificação, esperam encontrar um local de trabalho que irá absorver seus conhecimentos e lhes pagar o justo.

O profissional atual busca salários, benefícios e reconhecimento.

Segundo estudiosos, os mais jovens sentem necessidade de feedback com maior constância, necessitam aprender com rapidez e desejam saber se estão no caminho certo.

Devido à qualificação unida a esse tipo de postura de aprendizado, as novas gerações são mais ousadas e não é difícil encontrar CEO com apenas 25 anos.

Papel do endomarketing no engajamento de equipes

O endomarketing é o marketing interno da empresa e sua capacidade de promover a instituição, fortalecer a cultura organizacional e auxiliar na comunicação interna.

O marketing interno é tão importante quanto o marketing externo e possui um papel importante no engajamento das equipes de trabalho.

Relações internas

O estímulo à comunicação interna pode ser acelerado com ferramentas tecnológicas como o chat interno da empresa, o canal de FAQ (perguntas frequentes), a trilha do iniciante para conhecer a empresa, entre outras opções.

É importante utilizar os canais da empresa para fortalecer a marca e os vínculos com os colaboradores, compartilhar o que está sendo realizado, comunicar e engajar.

Eventos de integração

Os eventos de integração tais como happy hour, festa de fim de ano ou dia temático são exemplos de eventos que ajudam a integrar os colaboradores.

Os eventos de integração aumentam o senso de pertencimento entre colaboradores e empresa, além de ajudar na descontração.

Pesquisas de satisfação

Realizar pesquisas de satisfação ou de clima organizacional podem ajudar a prever possíveis problemas e mudar a rota da empresa.

Só não gosta de “avaliação” a empresa que não deseja crescer, há muito a aprender com os próprios colaboradores. Como os profissionais estão na linha de frente e sentem o impacto do mercado, da gestão e da liderança. Eles conseguem apontar com exatidão o que está bom e o que deve ser melhorado.

 

Erros que prejudicam o engajamento de equipes

Querer muito acertar e engajar os colaboradores pode acabar gerando alguns desconfortos e efeito contrário ao desejado. Sendo assim, é importante evitar três equívocos para não comprometer de vez o engajamento de sua equipe.

 

1#Erro: Liderança descomprometida

O papel do líder é guiar, orientar e inspirar seus liderados. Ele não pode simplesmente liderar do gabinete exigindo cumprimento de metas e mudanças se ele não se move de sua própria cadeira.

É preciso estar próximo à equipe prestando suporte técnico e comportamental. Porque quando há comprometimentos da gestão, os profissionais não se sentem desamparados e frustrados.

Uma boa liderança consegue extrair o melhor do potencial de cada membro da equipe.

 

2#Erro: Tecnologia sem preparação para o uso

Não há nada mais desmotivador que instituir um novo programa, uma nova tecnologia na empresa e não capacitar de forma correta os colaboradores para aquela mudança.

Fazer isso é como dizer aos colaboradores “vocês estão desatualizados”, “vocês nada sabem sobre isso”, é realmente frustrante, mas acontece.

Portanto, uma nova tecnologia deve ser precedida de uma campanha para instigar os colaboradores a aprender. A maneira mais rápida é criar multiplicadores que irão compartilhar as novidades e ajudar a treinar o pessoal.

 

3#Erro: Pressão por mudanças

Mudanças são necessárias, mas não ocorrem de uma hora para a outra. Principalmente nas culturas mais antigas em empresas com uma longa jornada de vida. É preciso valorizar o histórico da empresa para a partir disso gerar mudanças.

A mudança precisa ser combinada e aceita pelos membros da equipe para que as coisas fluam de modo natural. Incluir as pessoas na mudança e deixá-las participar é o caminho do sucesso. Portanto, nada de pressão por mudanças!

 

Checklist de estratégias que impactam no engajamento de equipes:

Pessoas são complexas e gerir pessoas não é uma tarefa fácil. Quando se é responsável por um grupo de pessoas é preciso saber engajar essas pessoas com o seu negócio.  Estimulando a comunicação e colaboração. Por isso, separamos um checklist que vai ajudar muito:

1. Saiba exatamente a função de sua empresa

A empresa não existe apenas para vender produtos ou serviços. Mas para que seus produtos e serviços tornem a vida das pessoas melhor, mais confortável, mais prática e mais agradável.

Os colaboradores precisam saber qual a missão, visão e os valores da empresa, não canse de compartilhar isso.

 

2. Escolha bem a sua gestão

Saiba escolher bem aqueles que estarão liderando à frente dos negócios.

Antes de ser um profissional competente, o candidato a liderança precisa saber lidar com pessoas, isso fará uma grande diferença no impacto dos negócios da empresa.

 

3. Invista em carreira e desenvolvimento

Nenhum profissional vem pronto e todos têm a aprender. A cultura da aprendizagem contínua é estimulante para treinar, capacitar e desenvolver a carreira dos colaboradores. A empresa só tem a ganhar com isso.

 

4. Comunicação

Saiba utilizar os canais internos da empresa para melhorar a comunicação entre as pessoas. A comunicação é base para as relações, interações, aprendizado e engajamento da equipe.

 

5. Gestão do clima

Realizar pesquisas periódicas de satisfação e clima organizacional é importante para verificar o que há de bom e o que precisa ser melhorado na organização.

6. Meritocracia ou reconhecimento

Meritocracia é reconhecer o esforço dos colaboradores de forma individual ou em equipe. Todos esperam ser reconhecidos pelo bom trabalho. É preciso ser justo e deixar claro o porquê de um colaborador receber a premiação.

Dica de gestão de pessoas:

Os colegas precisam reconhecer o esforço do colega premiado, pois não sabendo poderão deduzir que foi apenas um “escolhido”. Portanto, reconheça os colaboradores com propósito e não por obrigação.

7. Pertencer

Ações estratégicas de cerimônias e rituais estimulam o senso de pertencimento. É o momento dos aniversariantes, rituais de início das atividades diárias, cerimônias, entre outros.

8. Participação

A participação dos colaboradores na empresa é fundamental, eles estão na linha de frente. Ouvi-los acolhendo suas sugestões pode ser muito útil para os negócios.

 

Plantar motivação e colher engajamento

O engajamento de equipes é semelhante a uma plantação, é necessário plantar, regar, adubar e ter paciência para esperar os resultados. Mas assim como uma plantação, o engajamento de equipes gera muitos frutos para àquelas empresas que se dedicam a investir nisso.

O engajamento é uma via de mão dupla que desenvolve os profissionais e a empresa, agregando ainda mais conhecimento e desenvolvimento em todos os aspectos, seja na dimensão humana, financeira ou tecnológica.

O capital humano é a alma do negócio e sem dúvidas é o melhor investimento que uma empresa pode fazer. Investir nas pessoas é garantir melhores resultados no mercado.

Pode te interessar

Utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa e em outras plataformas. Ao navegar no site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações. Para mais informações visite nossa página Políticas de Privacidade.

Preferências