Arte, Pintura, Bem-estar

Reconexão entre corpo e mente: como o mindfulness eating pode te ajudar nessa missão

Vinho Tinta
8/12/2022

Áudios acelerados no WhatsApp, fast foods, consumismo, muitas tarefas para fazer em um curto período de tempo. Tudo isso unido à correria do dia a dia. É… Realmente, estamos inseridos em uma ‘era da velocidade’. Diante desse cenário congestionado, como as práticas de mindful eating podem ajudar? 

É isso que vamos te contar no conteúdo de hoje! Então já se prepare para rolar a tela e embarcar com a gente nessa viagem de consciência alimentar e foco no presente.

O que é mindfulness?

O mundo contemporâneo nos faz viver na velocidade 2x, mas as coisas não precisam (e nem devem) ser assim. Procrastinar, não dormir bem, ter pensamentos rápidos demais e manter práticas de uma alimentação desregulada são alguns dos comportamentos que ficam ao nosso redor quando esquecemos de desacelerar. E é nesse momento que percebemos a importância de práticas como o mindfulness.  

Mindfulness significa atenção plena e concentração total no momento presente. O conceito apresenta técnicas que ajudam a deixar as distrações de lado, possibilitando a percepção dos sentimentos e sensações que aparecem no corpo e na mente. Exercícios de meditação, respiração e alimentação consciente são alguns dos exemplos. 

Mindful eating

Depois de entender um pouco mais sobre o mindfulness, já podemos “mergulhar” no universo do protagonista deste conteúdo: o mindful eating.

Popularmente, os mais antigos diziam que arrumar o guarda-roupas ajudava a deixar a vida mais “organizada”. Pensando nessa analogia, talvez a forma com que você se alimenta hoje representa uma gaveta bagunçada, daquelas que a gente esquece e vai deixando de lado – mas ela é tão importante quanto as outras partes do guarda-roupas, e, definitivamente, precisa de muito cuidado e atenção

O mindful eating pode te ajudar nisso. A ideia é, basicamente, aplicar o mindfulness na alimentação. As práticas trazem formas de executar a atenção plena diante de tudo aquilo que ingerimos, observando os alimentos de forma mais consciente. 

A psicóloga especialista em transtornos alimentares Mariella Valverde comenta que o foco do mindful eating não é o emagrecimento. “A proposta, na verdade, é que você consiga ter uma relação saudável com a comida, percebendo os sinais internos de fome e saciedade, ouvindo seu corpo e suas emoções e prestando atenção no alimento como se estivesse comendo ele pela primeira vez.”

Ela continua, dizendo que uma das bases do mindful eating é o ‘não julgamento’, ou seja, é o comportamento de olhar para o alimento como um principiante. “A primeira vez que comemos chocolate, por exemplo, não vinculamos ele a algo ruim, como um “veneno” ou um alimento calórico. E essa é a lógica da atenção plena à alimentação.”

Estimular o resgate desse olhar sem julgamentos à comida, se atentando à textura, ao sabor, às sensações e às memórias que aparecem no momento da refeição são pontos essenciais para uma vida mais consciente no momento presente.  

O mindful eating na prática

Existem muitas formas de conectar corpo e mente na hora da alimentação. Apesar de esse ser um processo particular, que varia de pessoa para pessoa, algumas práticas podem ajudar a dar início nessa jornada. 

A psicóloga especialista em transtornos alimentares Mariella Valverde menciona que um modo prático e acessível de exercitar o mindful eating é olhar para a comida como se ela representasse uma primeira experiência, como se você estivesse descobrindo um sabor completamente desconhecido.

“Não é necessário fazer uma meditação ou algo muito complexo e profundo, pode ser bem simples. Você se compromete a olhar o prato sem nenhum tipo de julgamento. Com isso e, aos poucos, já é possível perceber uma melhora na qualidade do seu relacionamento com a comida.”, afirma.

Reunimos aqui mais algumas dicas, para você conseguir aplicar de vez o mindful eating no seu dia a dia, melhorando a relação entre corpo, mente e alimento. Confira: 

Faça uma autoanálise

Antes de qualquer coisa, é importante perceber se você está realmente com fome ou se está com uma sensação de fome

Muitos fatores emocionais, internos e externos podem despertar uma impulsividade para comer e, analisar e perceber esse comportamento, pode ajudar no processo de mindful eating.

Evite julgamentos

Olhar o prato de forma despretensiosa, sem tanto peso ou culpa, ajuda a melhorar a relação com a comida. 

Por isso, na hora das refeições, é aconselhável não deferir julgamentos como “isso é certo ou errado”, mas sim focar no momento presente, nas sensações e texturas que aparecem pelo percurso. 

Preste atenção em cada garfada

Ao sentar para tomar café da manhã, almoçar ou jantar, é importante “ligar” uma espécie de detector interno, capaz de perceber detalhes que ajudam no bem-estar entre corpo, mente e comida.

Identificar o cheiro de cada elemento, saborear as texturas, sentir as diferentes temperaturas do prato, prestar atenção nas lembranças e sensações que aparecem, por exemplo, são pontos que trazem mais consciência ao processo.  

Coma mais devagar

Comer devagar também é um dos pontos importantes para a jornada de mindful eating. Saborear o alimento sem pressa, ajuda a compreender de forma ampla tudo aquilo que está sendo ingerido.

Fazer pausas entre as garfadas, prestar atenção na respiração durante as refeições e mastigar bastante são exercícios que podem ajudar.

Evite distrações

O costume de fazer várias coisas ao mesmo tempo prejudica muito o processo de atenção plena à alimentação

Por isso, evitar distrações como mexer no celular e deixar a televisão ligada no momento das refeições ajuda a deixar o ambiente mais tranquilo, estimulando o foco no presente.  

É importante mencionar, também, que já existem muitas vertentes de estudos em desenvolvimentos relacionados à prática do mindful eating. Um exemplo disso é o Centro Brasileiro de Mindful Eating (CBME), uma organização que surgiu em 2016 com o objetivo de nutrir e cuidar da área do 'comer atento' no país. 

O site do CBME reúne diversos conteúdos sobre a temática, disponibilizando, inclusive, materiais de apoio que auxiliam no ingresso a esse universo. Você pode acessá-los clicando aqui

Benefícios do mindful eating

De acordo com a psicóloga especialista em transtornos alimentares Mariella Valverde, o principal benefício do mindful eating é a consciência das sensações físicas e emocionais no momento da alimentação

Ela ressalta que o mundo atual exige e busca por uma produtividade excessiva e, com isso, criamos a tendência de comer de modo automático, sem prestar tanta atenção àquilo que ingerimos. “A correria do dia a dia faz a gente se desconectar das emoções e do nosso próprio corpo. Quando "desligamos" esse botão, não ligamos na hora de comer. Passamos o dia inteiro "desligados", e essa desconexão também vai para o prato.”

Bom, já deu para perceber que a aplicação da atenção plena na alimentação ajuda, e muito, na construção de uma mente mais presente e consciente. Mas, para te ajudar a mergulhar ainda mais nesse universo, decidimos reunir outros benefícios da prática para você conhecer. Confira: 

Vida mais saudável

A atenção plena à alimentação faz com que a mente ofereça ao corpo os nutrientes necessários para o bom funcionamento. Isso inclui uma rotina mais saudável tanto mentalmente quanto fisicamente. 

Autoconhecimento

Entender o que o corpo precisa também é um passo importante na jornada de autoconhecimento. Interpretar e decifrar as emoções e sensações relacionadas à alimentação, ajuda a mente a focar no presente e é capaz de desenvolver aspectos pessoais e internos. 

Saúde mental

Manter o foco no presente é muito importante para ajudar a reduzir sentimentos de angústia, culpa e ansiedade. 

Com exercícios diários de mindful eating, aos poucos, torna-se cada vez mais fácil ter atenção plena em todas as tarefas, o que ajuda no equilíbrio e melhora da saúde mental.  

Reconexão entre corpo e mente

A psicóloga Mariella Valverde comenta que “Uma vida de guerra com a comida, gera um comportamento de desconexão com o corpo.”, ou seja, o excesso de preocupação com a alimentação pode minar a energia do indivíduo e prejudicar seu desenvolvimento em variadas vertentes.

O mindful eating, nesse sentido, ajuda a trazer mais paz para o corpo e mente, desenvolvendo uma reconexão entre as partes.

Experiência de mindful eating

A Vinho Tinta é uma empresa que oferece experiências mindfulness de pintura com vinho. Os serviços apresentam diferentes modalidades e formatos para pessoas e empresas que buscam por desenvolvimento pessoal, team buildings, momentos de reconexão e autoconhecimento.

Recentemente, a Vinho Tinta participou do CONAREC 2022, o maior evento da América Latina focado em relacionamento e fidelização do cliente. No evento, a empresa teve um stand que possibilitou experiências de pintura e mindfulness aos visitantes.

Além disso, também foi possível criar uma mini experiência de mindful eating. Funcionava assim: a equipe da Vinho Tinta entregava aos seus potenciais clientes um saquinho com um chocolate e um pedaço de papel, que continha instruções de como consumir aquele alimento de forma mais consciente

Essa foi uma forma de aproximação com o público e de demonstrar a importância de trazer a atenção plena a todos os aspectos da vida, incluindo a alimentação. 

E então, ficou com vontade de participar de uma experiência mindfulness ou de levá-la para a sua empresa? Então entre em contato com a Vinho Tinta por aqui, estamos prontos para te atender!

Pode te interessar

Utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa e em outras plataformas. Ao navegar no site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações. Para mais informações visite nossa página Políticas de Privacidade.

Preferências